Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

exit_this_way

exit_this_way

18
Nov16

Vem aí o Natal

Estamos a 18 de Novembro e já há luzes de natal nas ruas. Há semanas que as montras estão a abarrotar de pinheiros cobertos de neve, bolinhas, fitinhas, luzinhas e os mais variados enfeites que, porque são de natal, têm sempre que acabar em “inho”, para rimar com pinheirinho!!!!

b29bc67e76f476c010835ca98e432295.jpg

A mim, cada ano me parece mais precoce esta chegada do Natal.  Apanho-me sempre surpreendida a olhar para uma bonita montra ainda de t-shirt, sandálias e óculos de sol! Ok, eu sei que a culpa é do tempinho tolo que temos tido, e do verão de S. Martinho e sei-la-mais-o-quê!!! Mas é muito cedo pessoas!!! São mais de 2 meses inteirinhos de Natal!

Deve ser por isto que passam os brasileiros e os australianos e os outros todos do hemisfério lá de baixo não é?! Natal é frio, tem neve, pede aconchego e roupas quentes, meias antiderrapantes fofinhas e por aí fora... Portanto devíamos pelo menos esperar por uma amostra de frio!

7a5baacba405f4129fe59cf844680c44.jpg

 

No ano passado, no feriado do 1 de Dezembro, a minha pessoa decidiu que seria um bom dia para montar o pinheirinho, desencaixotar a tralha toda de Natal e espalhá-la por entre aquilo que já vive na sala o ano todo – sabe Deus que isto é um processo… E depois repete-se a mesma cena todos os anos, certinho e sabidinho! Eu detesto, detesto o meu pinheirinho de Natal, e por esta altura, todos os anos decido que vou comprar um pinheiro como deve de ser: falso, que assim não morre e não espalha coisas no chão, alto até ao tecto, porque é assim que as coisas se fazem, e lindo de morrer, tal e qual o das revistas de decoração!

171e9d65c3c68eb4d3571b7559b2e2d4.jpg

 

O meu pinheirinho é daqueles versão limpa-garrafas (juro que o vou reciclar e vai servir para isso mesmo), mas é o que há! Porque depois uma pessoa começa a fazer contas, e lá fica o malfadado pinheiro. Decido que vou mas é comprar umas bolinhas novas para misturar lá no meio, que não pode ser o mesmo pinheiro, tal-e-qual, todos os anos, quanto mais não seja porque nas fotos fica um bocado... igual??!! Voltando à história: às 11 da manhã a menina mete-se no carro e  sai de casa cheia de fanta para comprar as ditas bolinhas novas. Chega à loja e acha que há muito pouca coisa – devo andar no corredor errado… e lá pergunto à menina da caixa onde estão o resto das coisas de Natal. Era mesmo só aquilo porque, para o ano, diz ela toda contente, vem mais… Só as totós é que se lembram de comprar enfeites de Natal no 1 de Dezembro… os outros já levam um mês de adianto, e por isso do que é bom, já não há nada!!! Então lá tive que me contentar com os restos… e com duas latas de neve artificial, para cobrir o limpa-garrafas de alto a baixo (não, não chegaram, até porque elas entopem quando vão a meio, e depois vai tudo para o lixo. E já alguém tentou limpar neve artificial do soalho?!?! O que eu sofri!!!). Conclusão: cheguei ao fim do dia com o limpa garrafas mais ou menos igual ao do ano anterior, o chão a colar em volta, e deprimida com a porra no Natal e das pessoas que depois dos Finados vão a correr esvaziar a secção recém montada de decorações de  Natal…

E este ano, será que vale a pena tentar outra vez?!